Blog Unicamp Ano 50



Workshop discute criação de rede de universidades

Seis instituições que figuram nos rankings das 100 melhores universidades com menos de 50 anos participam do encontro

08/09/2016 - atualizado em 09/09/2016
Mesa de abertura do Workshop QS World University Top 50 Under 50. Foto: Antonio Scarpinetti

Seis universidades estrangeiras participam do Workshop QS World University Top 50 Under 50, sediado na Unicamp, nesta quinta (8) e sexta-feira (9). Estão estudando a possibilidade de formar uma rede de universidades que figuram, até este ano, em todos os rankings das 100 melhores com menos de 50 anos do ranking QS. Participam do evento a Unicamp, a Brunel University e a University of Bath de Londres, a Heriot Watt University da Escócia, a University of Southern Denmark e a University of Konstanz da Alemanha. As instituições, ao comemorarem seus cinquentenários, deixam obrigatoriamente de fazer parte da lista das 50 melhores universidades globais com menos de 50 anos, da consultoria internacional QS Quacquarelli Symondsd.

A abertura do evento, que faz parte das atividades comemorativas dos 50 anos da Unicamp, aconteceu na sala do Conselho Universitário (Consu). O coordenador geral da Universidade, Alvaro Crósta, abriu o Workshop dando as boas-vindas às comitivas das universidades estrangeiras. Ele lembrou que, embora ainda novas, essas universidades já têm se destacado no cenário científico mundial. Segundo ele, esse Workshop propiciará importantes oportunidades de reflexões sobre o papel que cada instituição desempenha no ensino e na pesquisa. Crósta desejou a todos um ótimo trabalho e agradeceu a todos os participantes.

Compuseram a mesa de abertura do evento, além de Alvaro Crósta, o vice-reitor de Relações Internacionais (Vreri), Luis Augusto Barbosa Cortez; a coordenadora da programação dos 50 anos da Unicamp e assessora especial da Reitoria, Ítala Maria Loffredo D'Ottaviano; o assessor da Vreri, Max Costa; e o assessor da Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP), Douglas Galvão. Ao longo do dia, cada universidade fará apresentações sobre o que realizam os seus grupos de pesquisa e as áreas de maior interesse nessa inter-relação. A inglesa Loughborough University e a canadense University of Calgary também integram esse projeto.

O coordenador do Workshop, Max Costa, disse que o projeto da rede ainda está dando os primeiros passos, mas que já nasce com um grande empenho. "Nesse momento, o que estamos fazendo é um encontro para observar as potencialidades de pesquisa de cada uma. Essa rede atuaria de modo a facilitar convênios, contratos, investigações e mobilidade entre universidades. Mas, somente depois do workshop, iremos poder avaliar com toda certeza quais serão os termos dessa parceria”, ressaltou.

A Unicamp se prontificou a organizar e sediar essa reunião, que já vem sendo pensada há algum tempo. "Trata-se de um esforço conjunto", contou a professora Ítala. "O objetivo é discutir nossas inter-relações, e as expectativas e as perspectivas de atividades para os próximos anos. Já está projetado que, provavelmente, sairá desse evento um grandenetwork que vamos chamar de New Horizons 2016, em português Rede Novos Horizontes 2016.”

De acordo com ela, "o Workshop surtirá bons resultados, porque todas essas instituições pretendem se manter entre as melhores com menos de 100 anos. E, em termos de internacionalização, queremos continuar como protagonistas desse processo, estar na ponta da internacionalização", acentuou. "Em geral, as universidades mais jovens demonstram grande interesse pela área de tecnológicas, que são muito relevantes internacionalmente, como petróleo, recursos hídricos, meio ambiente. Mas também incluímos na programação uma fala abstrata sobre lógica com fundamento para ciência, que será apresentada às 17 horas de hoje pelo professor Walter Carnieli, do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência (CLE) da Unicamp." Leia mais.

Leia mais




Comentários

comments powered by Disqus

Voltar