Blog Unicamp Ano 50



Unicamp comemora seu jubileu ao longo de um ano

30/09/2015 - atualizado em 29/03/2016
Comissão organizadora do evento (foto: Antonio Scarpinetti)

“A partir do dia 5 de outubro próximo teremos um ano de comemorações na Unicamp, em virtude do marco do seu quinquagésimo ano de criação”, anunciou a professora Ítala D’Ottaviano, coordenadora da comissão organizadora das comemorações do jubileu de ouro da Universidade, durante entrevista coletiva no auditório da Agência para a Formação Profissional da Unicamp (AFPU). Em seu pronunciamento à imprensa, na tarde desta terça-feira (29), ela apresentou todas as atividades que foram programadas e que se estenderão ao longo de 2016. Os eventos serão artísticos, culturais, científicos, festivos e esportivos. Nesta quarta-feira (30), como pré-estreia, haverá a apresentação da ópera “Don Giovanni”, de W. A. Mozart (1756/1791), no Theatro Municipal de Paulínia. A entrada é gratuita. A ópera, produzida totalmente pela Unicamp, será reapresentada na quinta-feira, dia 1o de outubro. Veja a programação completa do jubileu.

“Iremos celebrar o que a Unicamp fez ao longo desse tempo. Apesar de a Unicamp ter apenas 50 anos, tem demonstrado qualidade altamente relevante. Tanto que em todos os rankings e levantamentos mais renomados, inclusive de instituições estrangeiras, a Unicamp figura entre as melhores universidades do mundo com menos de 50 anos”, ressaltou Ítala.

A professora, que também é assessora especial do Gabinete do Reitor, lembrou que, depois de comemorar o aniversário da Universidade em 2016, a Unicamp não estará mais no ranking das jovens instituições com menos de 50 anos. Terá entrado para o rol das universidades com menos de 100 anos. “Mas nossa instituição certamente prosseguirá mostrando qualidade no ensino, na pesquisa e nas suas inter-relações com a sociedade”, acentuou.

Segundo a professora Ítala, o símbolo desse marco é a reafirmação do compromisso social da Unicamp como universidade pública. Por esse motivo, disse, os eventos procurarão mostrar para a comunidade acadêmica, para a cidade, para a região e para o país que a Universidade de Campinas vem levando a sério o seu trabalho e com contribuições muito significativas na discussão e na busca da solução de problemas.

Na programação dos 50 anos, foram planejados eventos em que serão debatidos grandes adversidades e grandes desafios da contemporaneidade. “Faremos esse debate aqui para mostrar que pretendemos manter esse protagonismo também pelos próximos 50 anos e pelos demais”, salientou.

Acompanhe entrevista com a professora Ítala D’Ottaviano.

Portal da Unicamp

Fonte: Portal da Unicamp

Leia mais




Comentários

comments powered by Disqus

Voltar