Blog Unicamp Ano 50



Vogt recebe título de professor emérito

Solenidade ocorreu nesta sexta-feira (16) no Centro de Convenções da Unicamp, que ficou repleto de convidados

16/10/2015 - atualizado em 29/03/2016
Vogt recebe título de professor emérito (Foto: Antoninho Perri)

A Unicamp concedeu na manhã desta sexta-feira (16) o título de professor emérito ao poeta, linguista e ex-reitor da Universidade, Carlos Vogt, pela contribuição que ele deu à ciência, à cultura e à instituição. A sessão solenidade de outorga, presidida pelo reitor José Tadeu Jorge, ocorreu no Centro de Convenções da Universidade, que ficou repleto com as presenças de integrantes da comunidade universitária, autoridades e amigos do homenageado. De acordo com o reitor José Tadeu Jorge, Vogt reúne atributos que vão além do necessário para recomendá-lo ao recebimento da honraria.

A mesa de autoridades constituída para a cerimônia contou com a participação do coordenador-geral da Unicamp, Alvaro Crósta; do presidente da Capes, Carlos Nobre; do coordenador de Ensino Superior da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo, Valdecir Carlos Tadei; do diretor científico da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz; do reitor da USP, Marco Antonio Zago; do diretor associado do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL), Jefferson Cano; e do chefe do Departamento de Linguística do IEL, Juanito Ornelas de Avelar.

Vogt foi conduzido à mesa pelos professores Alcir Pécora e Marcelo Knobel, que o apadrinharam. Em nome do Conselho Universitário (Consu) da Unicamp, o professor Eduardo Guimarães fez a saudação inicial ao homenageado e assinalou, com riqueza de detalhes, as trajetórias intelectual, científica e de gestor de Vogt. “Este título é um reconhecimento à vida múltipla de Carlos Vogt, que ajudou a transformar a Unicamp. Seu percurso e suas ações foram decisivos para a formação de pessoas, para a gestão acadêmica e para o desenvolvimento da ciência”, afirmou.

O coordenador-geral da Unicamp destacou que a história pessoal de Vogt se confunde com a trajetória da Universidade. “Sem dúvida alguma, o professor Vogt contribuiu para que a Universidade alcançasse o grau de destaque que ela ostenta hoje”, disse Alvaro Crósta. Marco Antonio Zago, reitor da USP, fez referência à atuação do ex-reitor como docente e pesquisador e enfatizou a contribuição que ele deu para o desenvolvimento do ensino superior no Estado de São Paulo.

O diretor científico da Fapesp fez referência à “excepcional capacidade intelectual” do homenageado e lembrou que a carreira dele sempre esteve ligada à defesa do ensino superior público e gratuito. “Nesse sentido, o professor Vogt contribuiu tanto como docente quanto como liderança”, pontuou Carlos Henrique de Brito Cruz. Já Carlos Nobre, presidente da Capes, mencionou a participação de Vogt nas ações para o avanço da pós-graduação no Brasil, dando como exemplo seu trabalho à frente do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor).

Tadeu Jorge fez um depoimento a partir da sua condição de reitor e também de alguém que teve a oportunidade de conviver de forma próxima com Vogt, em diferentes circunstâncias. “O professor Vogt cumpriu um papel fundamental para a consolidação do processo de autonomia da Unicamp, quando da sua gestão à frente da Reitoria. Assim que a autonomia foi conquistada, era fundamental que a Universidade desse uma resposta rápida para justificar a confiança que nela estava sendo depositada. E isso foi feito com muita competência. Foi estabelecido um sistema de planejamento que estabeleceu o uso racional e responsável do dinheiro público”, declarou o reitor.

Assim como aqueles que o antecederam, Tadeu Jorge também enfatizou a importância da atuação de Vogt como gestor, criando as condições para a implantação do Projeto Qualidade, que qualificou o corpo docente da Unicamp; para a criação do Escritório de Transferência de Tecnologia; e para a implantação dos cursos noturnos. “No plano pessoal, gostaria de destacar a oportunidade que tive trocar ideias e opiniões com o professor Vogt e de receber dele o apoio em diferentes ocasiões, inclusive nos processos para a escolha de reitor. Com a concessão do título de professor emérito, a Unicamp preenche uma lacuna no reconhecimento à sua trajetória."

Ao agradecer a homenagem, Vogt afirmou ao publicou presente que estava vivendo um momento de grande emoção. Ele falou sobre o início da sua carreira na Universidade e destacou alguns aspectos da sua caminhada como docente, pesquisador e gestor. “À Unicamp eu devo tudo o que aconteceu na minha vida como intelectual, professor, poeta e gestor”. E para não perder o hábito de continuar contribuindo para o avanço da instituição, como ele mesmo justificou, Vogt deixou duas sugestões para a Unicamp.

A primeira delas, disse, é a realização de um esforço para transformar a Universidade em um centro de referência para o pós-doutorado na América Latina. A segunda, a adoção de um programa de expansão de vagas na graduação, tendo como base o uso das novas tecnologias da informação e comunicação. “Ah, sim: também seria bom que retomássemos o baile de final de ano”, acrescentou, provocando sorrisos na plateia.

Leia entrevista com Carlos Vogt no Jornal da Unicamp.

Portal da Unicamp

Fonte: Portal da Unicamp

Galeria de fotos

Vogt recebe título de professor emérito. Solenidade ocorreu nesta sexta-feira (16) no Centro de Convenções da Unicamp, que ficou repleto de convidados. 16 de outubro de 2015. (Foto: Antoninho Perri) (Antoninho Perri) 1-5
Vogt recebe título de professor emérito. Solenidade ocorreu nesta sexta-feira (16) no Centro de Convenções da Unicamp, que ficou repleto de convidados. 16 de outubro de 2015. (Foto: Antoninho Perri) (Antoninho Perri) 2-5
Vogt recebe título de professor emérito. Solenidade ocorreu nesta sexta-feira (16) no Centro de Convenções da Unicamp, que ficou repleto de convidados. A concessão da honraria fez parte da programação de comemoração dos 50 anos da Unicamp, que serão completados oficialmente em 5 de outubro de 2016. 16 de outubro de 2015. (Foto: Antoninho Perri) (Antoninho Perri) 3-5
O linguista, poeta e ex-reitor da Unicamp Carlos Vogt recebeu no último dia 16 de outubro o título de professor emérito da Universidade, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à ciência, à cultura e à Universidade. A cerimônia, presidida pelo reitor José Tadeu Jorge, foi realizada no Centro de Convenções da Unicamp e contou com a presença de estudantes, funcionários, docentes e convidados. A concessão da honraria fez parte da programação de comemoração dos 50 anos da Unicamp, que serão completados oficialmente em 5 de outubro de 2016. 16 de outubro de 2015. (Foto: Antoninho Perri) (Antoninho Perri) 4-5
O linguista, poeta e ex-reitor da Unicamp Carlos Vogt recebeu no último dia 16 de outubro o título de professor emérito da Universidade, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à ciência, à cultura e à Universidade. A cerimônia, presidida pelo reitor José Tadeu Jorge, foi realizada no Centro de Convenções da Unicamp e contou com a presença de estudantes, funcionários, docentes e convidados. A concessão da honraria fez parte da programação de comemoração dos 50 anos da Unicamp, que serão completados oficialmente em 5 de outubro de 2016. 16 de outubro de 2015. (Foto: Antoninho Perri) (Antoninho Perri) 5-5

Leia mais




Comentários

comments powered by Disqus

Voltar