Blog Unicamp Ano 50



Sinfônica lembra os 100 anos de Scriabin no Castro Mendes e na FCM

02/12/2015 - atualizado em 29/03/2016

Personalidade excêntrica, que aliou o misticismo à composição, o compositor russo Alexander Scriabin (1872-1915), recorrente na programação musical deste ano pelo centenário de morte, encerra a temporada 2015 da Orquestra Sinfônica da Unicamp com dois concertos em Campinas. O primeiro acontece nesta quarta-feira (2) no Teatro Castro Mendes, e o segundo, no auditório da Faculdade de Ciências Médicas (Unicamp).

Sob a regência de Cinthia Alireti, as apresentações, que integram a programação dos 50 anos da Unicamp, terão os solistas Susana Boccato (soprano) e Gustavo Caires (tenor), além do Coral Unicamp “Zíper na Boca” e do Coro Contemporâneo de Campinas.

Completada, publicada e estreada em 1900, a Sinfonia nº1 se desenvolve em seis movimentos que se entrelaçam, “desenham figuras que plainam, ou levitam, como era a obsessão de Scriabin”, analisa a regente. A obra termina com uma homenagem à divindade da arte, em texto escrito pelo próprio compositor para solo de mezzo soprano e tenor, culminando em um curto movimento coral.

Cinthia Alireti afirma, ainda, que as obras de Scriabin, escritas na virada do século 19 para o século 20, se tornaram muito populares não somente durante sua trajetória, como também no movimento hippie dos anos 1960. “Estranho interesse se dá não somente ao fato do compositor estar completamente absorvido por ideias e práticas místicas, mas também por se considerar um sinesteta, dizendo possuir a sensibilidade para enxergar cores enquanto escutava determinados sons.”


Os solistas


Susana Boccato, soprano graduanda em canto lírico pela Universidade Estadual de Campinas - Unicamp, sob a orientação de Angelo Fernandes. Já atuou em diversos coros, tais como a Camerata Anima Antiqua, Coro Popular da Unicamp e o Coro do Departamento de Música da Unicamp. Integra atualmente o Coro Contemporâneo de Campinas, do qual participa como coralista e solista. Participou de diversos festivais, dentre eles, Festival Internacional "La Musica Lírica", na Itália, onde estudou com Kathryn Hartgrove, Festival Internacional de Ópera das Américas - FIO AMERICAS e a Oficina de Música de Curitiba com a soprano Eiko Senda. Na Argentina recebeu aulas de Monica Phillibert, e na Inglaterra, de Carlos Aransay. Já integrou a montagem das seguintes óperas: La Bohème (Puccini), O Barbeiro de Sevilla (Rossini), A Flauta Mágica (Mozart), A Viúva Alegre (Lehar), As Bodas de Fígaro (Mozart), A Clemência de Tito (Mozart), Dido e Aeneas (Purcell) Don Giovanni (Mozart).

Gustavo Caires iniciou os estudos musicais no teclado aos nove anos. Ingressou em 2009 na Unicamp, onde estuda regência sob a orientação de Carlos Fiorini e canto com Angelo Fernandes. Participou do Festival Internacional de Ópera no coro das óperas“La Cenerentola”, de Rossini, e “Os Contos de Hoffman”, de Offenbach, ambas sob regência de Michael Borowitz. Também fez parte das montagens das óperas “A Flauta Mágica”, “As Bodas de Fígaro” e “Don Giovanni”, de Mozart, realizadas pela classe de Opera Studio da Unicamp.


Em 2015 interpretou o personagem Tony do musical “West Side Story”, de Bernstein, com a Banda Sinfônica de Limeira e foi solista do Requiem, de Mozart. Trabalha também ainda como tecladista, regente do Coral Sintonia em Valinhos e preparador vocal no Coro da Arquidiocese de Campinas.


Programa

Alexander Scriabin – Sinfonia nº.1 op. 26 em Mi Maior


Serviço

Orquestra Sinfônica da Unicamp
Cinthia Alireti, regência


Solistas:
Susana Boccato, soprano
Gustavo Caires, tenor

Coral Unicamp “Ziper na Boca” (regência Vivian Nogueira)
Coro Contemporâneo de Campinas (regência Angelo Fernades)


Quando

2 de dezembro (quarta-feira), 20 horas – Teatro Castro Mendes (Rua Conselheiro Gomide, 62 - Vila Industrial, Campinas. Telefone 19-3272-9359
Ingressos: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia entrada) e R$ 5,00 (comunidade Unicamp)

3 de dezembro (quinta-feira), 19 horas – Auditório 5 da Faculdade de Ciências Médicas (Unicamp) – Entrada gratuita

Leia mais




Comentários

comments powered by Disqus

Voltar