Blog Unicamp Ano 50



Colóquio refletirá sobre os espaços da leitura e da escrita em um mundo conectado

07/03/2016 - atualizado em 29/03/2016
Colóquios Unicamp Ano 50 - de professor para professor. “Os espaços da leitura e da escrita: desafios de um mundo conectado”, dia 12 de março, no Centro de Convenções da Unicamp.

Quais significados a leitura e a escrita adquirem nos dias atuais, em que a maior parte das atividades humanas parece se desenvolver diante de telas de computadores, iPads e smartphones? Com essa tônica, no próximo sábado (12), o evento “Colóquios Unicamp Ano 50 – Os espaços da leitura e da escrita: desafios de um mundo conectado” abrirá a programação de aniversário da Unicamp para 2016. A discussão será conduzida pela linguista e professora do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL), Maria Bernadete Marques Abaurre, é gratuita, e tem como público-alvo principal, professores da rede básica de ensino.

Leia, a seguir, a entrevista que a professora Maria Bernadete Aburre concedeu ao portal Unicamp Ano 50.


Unicamp Ano 50 – Qual a principal reflexão proposta pelo evento?

Maria Bernadete Marques Abaurre – A principal reflexão do evento está relacionada ao papel crucial da escola e dos professores dos vários níveis, na formação de alunos-leitores que já são, em sua totalidade, nativos digitais. Para encaminhar tal reflexão, serão abordados aspectos que permitem vincular essa questão a características da sociedade atual, marcada pelo seu ritmo vertiginoso e dispersão crescente, fruto de uma conexão praticamente ininterrupta à internet e aos contextos de interlocução a ela associados.


Unicamp Ano 50 – Como as novas tecnologias impactam sobre a leitura e escrita no contexto escolar?

Maria Bernadete Marques Abaurre – De maneira importante e significativa. Em um universo de alunos que são nativos digitais, a escola não está autorizada a ignorar as novas tecnologias que já são parte da vida de todos. Para tirarem o maior proveito possível, juntamente com os seus alunos, dos inúmeros recursos pedagógicos associados a essas tecnologias, os professores devem, porém, ser usuários ativos dessas tecnologias em sua vida particular. Todavia, a condição absolutamente necessária para um trabalho produtivo com leitura e escrita na escola é que os professores sejam eles mesmos leitores, no sentido mais amplo do termo, e que vivam situações em que as atividades de escrita sejam significativas.


Unicamp Ano 50 – Podemos afirmar que hoje as pessoas escrevem menos em função das novas tecnologias?

Maria Bernadete Marques Abaurre – Pelo contrário. Podemos dizer que as novas tecnologias têm levado as pessoas a escreverem mais, pois além da facilidade e rapidez com que todos podem digitar seus textos, criaram-se, juntamente com as novas tecnologias, novos gêneros discursivos (comentários em blogs, tweets, postagens e comentários nas redes sociais, chats instantâneos nos vários aplicativos dos smartphones, para citar apenas alguns exemplos) que na verdade atendem à necessidade cada vez crescente de as pessoas se expressarem por escrito.


Unicamp Ano 50 – Os livros digitais substituem os livros impressos?

Maria Bernadete Marques Abaurre – Não. Os livros impressos certamente continuarão existindo, já que propiciam uma maneira diferente de relacionamento com o texto escrito. A depender da obra, pode ser mais prática a leitura em um e-book. Generalizando, eu diria que esse é o caso, por exemplo, de certa leitura de ficção, como os romances policiais que têm por objetivo entreter o leitor que aprecia esse gênero. A leitura de obras clássicas da literatura (ou de textos acadêmicos), no entanto, pode acontecer de maneira mais produtiva se o leitor estiver diante de um livro de papel, o que facilita a retomada e o cotejo de determinadas passagens, por exemplo. Além disso, há muitos leitores que ainda desejam (e creio que sempre desejarão) ter uma biblioteca daqueles livros impressos cuja leitura foi importante para a sua formação como ser humano. Acredito, portanto, que a leitura dos livros eletrônicos será sempre complementada pela leitura de livros de papel.


Serviço

Colóquio Unicamp Ano 50 - de professor para professor
Dia: 12 de março de 2016 - Sábado
Horário: das 8h30 às 13h
Local: Centro de Convenções da Unicamp
Inscrições gratuitas

Leia mais




Comentários

comments powered by Disqus

Voltar