Blog Unicamp Ano 50



Belik discute política pública e segurança alimentar

07/04/2016 - atualizado em 13/04/2016
Belik discute política pública e segurança alimentar. Foto: Antônio Scarpinetti/ASCOM

O docente Walter Belik, do Instituto de Economia (IE) da Unicamp, profere uma palestra no próximo sábado (9) sobre o tema das Políticas Públicas e Segurança Alimentar e Nutricional. A conferência faz parte da série Colóquios Unicamp Ano 50 - de professor para professor, realizada por ocasião das comemorações dos 50 anos da Unicamp. O evento acontece no Centro de Convenções da Universidade, das 8h30 às 13h00.

“Vou discutir o conceito de segurança alimentar e nutricional. No passado, o termo 'fome' era muito utilizado. Atualmente estamos trabalhando o tema da fome de modo multidimensional porque não há apenas um determinante, que é a falta de comida, por exemplo. Este problema envolve uma série de outras questões econômicas, sociais e institucionais. Depois de falar um pouco sobre este conceito eu procuro mostrar como que ele foi evoluindo até ser incorporado na forma de direito. Em 2010, por exemplo, a constituição brasileira incorporou a ideia do direito humano à alimentação”, antecipou Walter Belik, sobre a palestra.

O docente da Unicamp é um dos principais especialistas do tema. Atuou como membro do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), vinculado ao governo federal; e como coordenador do Projeto Iniciativa América Latina e Caribe Sem Fome, apoiado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO, na sigla em inglês). Belik também coordenou o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação (NEPA) da Universidade.

“Eu também vou discutir como que se desenham as políticas públicas para atender a segurança alimentar e nutricional prevista na constituição brasileira. Outro ponto que abordarei envolve as perdas e o desperdício de alimentos”, revelou o professor da Unicamp.
De acordo com ele, as políticas públicas no país necessitam, agora, de um olhar mais atento sobre a questão do desperdício na cadeia alimentar como um todo. “Em 2015 os países membros das Nações Unidas aprovaram os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável, que devem ser cumpridos até 2030. Estão contemplados, o direito à alimentação; a erradicação da fome e da pobreza extrema; e a questão da sustentabilidade, de modo a garantir a redução nos gases de efeito estufa, proteção da água, etc. E tudo isso passa pela questão de trabalhar melhor as perdas de desperdício na cadeia alimentar como um todo. Ao fazer isso, os governos trabalham a questão da fome, garantem melhor renda aos agricultores, reduzindo a pobreza rural, e atuam de modo a reduzir o impacto no meio ambiente”.

A entrada do evento é gratuita. Inscrições podem ser feitas pelo site Unicamp ano 50 ou no dia do evento. O Centro de Convenções está localizado na rua Elis Regina, 131 - Cidade Universitária “Zeferino Vaz”, Campinas (SP). Mais informações: no site www.50anos.unicamp.br/eventos

Leia mais




Comentários

comments powered by Disqus

Voltar