Blog Unicamp Ano 50



OSU comemora 50 anos da Unicamp

06/04/2016 - atualizado em 11/04/2016
Membros da FOP, Unicamp, OSU e do Teatro do Engenho durante coletiva de imprensa (Foto: Isabela Borghese/JP)

A OSU (Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Campinas) retornará a Piracicaba na próxima semana, terça-feira, dia 12, para apresentar O Empresário Teatral K. 486, um singspiel — subgênero da ópera, que une música e teatro —, do austríaco Wolfgang Amadeus Mozart. A montagem poderá ser vista gratuitamente em duas sessões no Teatro do Engenho: às 17h (ensaio aberto para a população em geral, estudantes e entidades assistenciais) e às 20h (concerto para convidados e autoridades, além de demais interessados nos lugares remanescentes).

Com a participação de 60 pessoas, entre atores e músicos, todos ligados à Unicamp, o espetáculo integra a programação comemorativa dos 50 anos de fundação da universidade, que possui um campus em Piracicaba, a FOP (Faculdade de Odontologia de Piracicaba). Esse cinquentenário será completado em 5 de outubro.

As informações referentes à apresentação e às demais atividades celebrativas ao aniversário da instituição de ensino foram divulgadas, na tarde de terça-feira (05), em coletiva de imprensa com a presença de Francisco Haiter Neto, diretor-associado da FOP; Bento de Moraes, coordenador do campus FOP; Ítala D’Ottaviano, coordenadora da comissão Unicamp Ano 50; Heloisa Guerrini, diretora do Teatro do Engenho, e Cinthia Alireti, codiretora artística e regente da OSU.

O espetáculo foi apresentado em Campinas no início do ano e conta a história de um empresário teatral que pretende criar uma companhia, mas é envolvido por dúvidas artísticas e comerciais. Entre os diversos atores que disputam uma vaga no elenco, duas cantoras se apresentam para o empresário na expectativa de conseguirem o protagonismo na cia.

No palco, além da OSU estarão integrantes da Ópera Studio Unicamp, um laboratório de interpretação e produção de ópera dirigido por Ângelo Fernandes, responsável pela direção musical do singspiel. A direção cênica é de André Saboya, que incrementou no espetáculo alguns elementos peculiares da produção do dramaturgo, jornalista e escritor brasileiro Nelson Rodrigues e, ainda, stand-up comedy. “É um espetáculo imperdível, uma comédia crítica, que fala da vaidade dos cantores, da ignorância do público”, comentou Cinthia, acrescentando que a montagem tem a participação da musicista piracicabana Raíssa Amaral. “A Unicamp é uma das universidades mais novas do país e de maior destaque neste contexto. Para nós da FOP é um imenso prazer fazer parte destes eventos comemorativos”, falou Neto. “Desde outubro do ano passado estamos conversando com os coordenadores da orquestra e do teatro para a realização da apresentação”, completou Moraes.

Para Heloisa, a presença da OSU no Teatro do Engenho contribui para deixar a programação desta casa de artes mais bonita. “Continuamos fazendo o possível para proporcionar à população variadas atividades. E Piracicaba responde muito bem aos concertos”, afirmou.

MAIS — Conforme Ítala, as celebrações dos 50 anos da Unicamp começaram em 5 de outubro do ano passado e se encerram em 5 de outubro deste ano. Eventos artísticos e educacionais foram programados. No segundo semestre, a FOP receberá uma exposição sobre a história da universidade. Também deve acontecer em Piracicaba uma palestra em parceria com a diretoria regional de ensino.

SERVIÇO — O Empresário Teatral K. 486, com a OSU. Terça-feira, 12, no Teatro do Engenho (avenida Maurice Allain, 454, Engenho Central). Ensaio aberto, às 17h, e concerto, às 20h. Vales-convites para o concerto das 20h devem ser trocados por ingressos no local da apresentação entre 17h e 19h45. Informações: (19) 3413-8526.

Leia mais




Comentários

comments powered by Disqus

Voltar