Programação



Colóquios

Política agrária e agricultura familiar brasileira - Profª. Sônia Maria Pessoa Pereira Bergamasco


Uma das principais controvérsias do modelo de modernização da agricultura brasileira dos anos de 1960/1970 é a manutenção da concentração da propriedade da terra e das condições de vida e de trabalho dos trabalhadores. Por isto foi chamada de modernização conservadora ou modernização dolorosa. A aliança entre a propriedade da terra e o capital não revolucionou, como era de se esperar, o processo de modernização, ao contrário, manteve a lógica extensiva de produção, expulsou um enorme contingente de pessoas do campo para a cidade, preservou formas degradantes de trabalho, e, para se expandir, vem destruindo e poluindo a natureza. Mas, ao lado e nos interstícios das grandes propriedades fundiárias, encontra-se uma população que vivencia uma estreita simbiose entre o morar e trabalhar no campo. São famílias e grupos sociais que expressam várias formas de ocupação no espaço rural, com diferentes condições de acesso aos recursos naturais e com diferenciadas tradições culturais. São os camponeses ou agricultores familiares que hoje se revestem de várias identidades: agricultores familiares tradicionais, assentados, indígenas, quilombolas, ribeirinhos, pescadores artesanais, atingidos por construção de barragens, geraizeiros, etc.

Sônia Maria Pessoa Pereira Bergamasco

Engenheira Agrônoma (ESALQ/USP, Piracicaba, 1968); Mestrado em Extensão Rural (Universidade Federal de Viçosa, 1976), Doutora em Ciências (UNESP – Botucatu, 1974), Professora Livre Docente (UNESP – Botucatu, 1983), Professora Titular (UNESP- Botucatu, 1990 e FEAGRI/UNICAMP, 1993. Foi presidente da ALASRU (Associação Latino-americana de Sociologia Rural) (2006-2010) e da SOBER (Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (1995 -1997). Atualmente é Professora Colaboradora da UNICAMP, atuando nos Programas de Doutorado em Ciências Sociais e de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola. É bolsista do PNPVS (Programa Nacional de Professor Visitante Sênior), junto à UFSCar – Araras, atuando no Programa de Mestrado em Agroecologia e Desenvolvimento Rural.

AGENDE-SE

Quando: 14 de maio de 2016
Horário: Sábado - 8h30 às 13h
Local: Centro de Convenções da Unicamp
O que: Colóquio


Comentários

comments powered by Disqus

AGENDA

Voltar